H1N1

H1N1

 

A gripe suína ou gripe tipo A é causada pelo vírus Influenza, que se divide em três tipos: H1N1, H3N2 e INFLUENZA B. Daí o termo, popularmente difundido, de gripe H1N1.

H1n1Os primeiros casos de infecção humana foram detectados em 2009 no México, nos Estados Unidos e no Texas. No mesmo ano foi declarada a iminência de uma pandemia e a asseveração de políticas mun
diais, já que 70 países registraram casos de contaminação pelo vírus.

De acordo com Centers for Disease Control and Prevention (CDC) em 2009 foram computados cerca de 1 milhão de ocorrências de gripe H1N1, nos Estados Unidos. 57% dos casos confirmados e prováveis concentravam-se entre pessoas com faixa etária entre 5 e 24 anos de idade.

 

Surto de H1N1 no Brasil

Atualmente no Brasil há 444 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), complicação ligada ao H1N1. De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento foram registrados 71 óbitos no país, em razão do vírus. Ainda que o número de mortes seja maior no Estado de São Paulo – 55 óbitos, outras regiões também foram atingidas pelo vírus:

 

 

Óbitos

EstadoTotal de óbitos
São Paulo55
Santa Catarina3
Ceará2
Bahia2
Minas Gerais 1
Mato Grosso1
Mato Grosso do Sul 1
Goiás1
Rio de Janeiro1

A estimativa é que sejam utilizadas cerca de 12,5 milhões de doses de vacina para a prevenção do vírus. O instituto Butantã, responsável pela fabricação da medicação, já dispõe de 13 milhões de doses. Este número poderá saltar para 20 milhões, até o final de abril.

 

Transmissão:

H1n1 virus

A gripe H1N1 é contagiosa. Sujeitos infectados podem transmitir a doença antes mesmo dos primeiros sinais de adoecimento, e cerca de sete dias após o surgimento dos sintomas. A doença pode ser contraída nas situações de:

  • Contato com objetos ou superfícies infectadas, como talheres e copos;
  • Levar as mãos aos olhos, nariz e boca após contato com áreas contaminas;
  • Inalação de secreções de pacientes contaminados, como gotículas emitidas por meio de espirro, tosse, fala e afins.

 

Sintomas:

Os sintomas da doença podem se manifestar de maneira alternada e evoluírem para graves complicações respiratórias. São sintomas comuns ao quadro clínico de H1N1:

    • Febre alta;
    • Garganta inflamada;
    • Dor muscular, dor de cabeça e dor no tórax;
    • Tosse e coriza;
    • Calafrios e fadiga;
    • Falta de ar;
    • Ocorrências de diarreia e vômitos.

 

Gripes sazionais e o H1N1

Entenda as principais características e diferenças dos quadros clínicos:

 GRIPEH1N1


SINTOMAS
Febre acima de 38ºC;
Dores musculares, de cabeça e garganta;
Tosse, espirro e irritação nos olhos;
Congestão nasal e fadiga.
Sintomas da gripe com maior intensidade, além de:
Diarreia e vômitos;
Náuseas e rouquidão;
Presença de um quadro de maior gravidade.
DURAÇÃO
Uma a duas semanas.
Uma a duas semanas.


TRATAMENTO
Uso de antitérmico, analgésico e soro fisiológico;
Repouso;
Ingestão de líquido.
Uso de antivirais, além de antitérmicos, analgésicos e descongestionantes;
Repouso;
Ingestão de líquido;
Alimentação saudável.